O jornal que todo mundo lê
Publicidade
Saúde
20/05/2020 - 10h57
Vacinação contra sarampo segue até 30 de junho
Quarta fase da campanha tem como público-alvo pessoas de 20 a 49 anos
Foto: Gil Leonardi/ Imprensa MG.

Por SEGOV


Atenta à volta do sarampo ao país, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), sob recomendação do Ministério da Saúde, está em Campanha Nacional de Vacinação Indiscriminada até 30 de junho deste ano. A quarta fase da campanha tem como público-alvo os adultos de 20 a 49 anos de idade.

A vacinação contra o sarampo será realizada independentemente da situação vacinal das pessoas na faixa etária preconizada, ou seja, todos aqueles que se incluem neste público devem se vacinar. A meta é imunizar cerca de 8.964.626 pessoas em Minas Gerais.


A doença

O vírus do sarampo circula novamente no Brasil desde fevereiro de 2018, depois da doença ter sido considerada erradicada no país. Ela acometeu 29.233 pessoas e levou 30 pessoas a óbito desde então, segundo dados do Ministério da Saúde. Em Minas Gerais, em 2020, já foram confirmados sete casos da doença. Confira aqui dados do sarampo no estado.

“É importante alertar as pessoas para a vacinação contra o sarampo, visto que a doença é grave e de alta transmissibilidade. A responsabilidade da vacinação deve ser compartilhada entre União, Estado e Município, profissionais de Saúde e toda a população. Para evitar a circulação do sarampo em Minas, é necessário a manutenção de altas e homogêneas coberturas vacinais e para isso é preciso que todos mantenham o cartão de vacina atualizado”, explica a coordenadora estadual do Programa de Imunizações da SES-MG, Josianne Dias Gusmão.


Influenza

Ela lembra que a campanha de vacinação contra o sarampo coincide com a imunização contra a influenza e que os profissionais de Saúde devem estar atentos para aproveitar a oportunidade de sensibilizar o público de 20 a 49 anos, que comparece aos postos para acompanhar grupos prioritários para vacinação contra influenza.

"É necessário que todos os setores do serviço de saúde estejam envolvidos e sensibilizados para a identificação e captação do público-alvo para a vacinação contra o sarampo”, explica a coordenadora de imunização.


Cobertura vacinal

Atualmente, a cobertura vacinal no estado para o sarampo, de 1997 a 2020, está em torno de 66,05% para a primeira dose da vacina. Para a segunda dose, a cobertura vacinal para o mesmo período está em torno de 53%. Saiba mais sobre o sarampo.



Confira Também


Publicidade

no Facebook