O jornal que todo mundo lê
Publicidade
Geral
01/05/2018 - 13h09
Cafés da Região do Cerrado Mineiro conquistam prateleiras de mercados importantes nos Estados Unidos
É a primeira vez que cafés com Selo de Origem de uma Denominação de Origem serão comercializados no Whole Foods

A Região do Cerrado Mineiro, única Denominação de Origem para cafés no Brasil se prepara para viver mais um momento histórico. Em breve irá se tornar a primeira região produtora brasileira demarcada a posicionar seus produtos com Selo de Origem e Qualidade no mercado americano.  Uma loja do Whole Foods Market, recentemente adquirida pela Amazon e o Central Market ambas em Austin, Texas recebem 5 cafés exclusivos da safra 2017/2018.

 

Os lotes são resultantes do trabalho do Coffee Hunter - Joel Shuler, da torrefação americana Casa Brasil Coffee, especialista em cafés brasileiros e também dos produtores que apresentaram cafés extraordinários e com perfis únicos. Joel tem uma relação muito próxima com o Brasil e em sua torrefação busca sempre valorizar os cafés brasileiros, suas características e as histórias por trás de cada um deles. Como ele explica “é simples amo o Brasil e amo os cafés brasileiros”. 

Durante a safra de 2017 Joel e sua equipe visitaram vários produtores da Região do Cerrado Mineiro. Estes produtores, todos credenciados à Federação dos Cafeicultores do Cerrado foram selecionados com a consultoria das Cooperativas filiadas à Federação, em diversas cidades da Região.  Muito mais do que conhecer as lavouras o trabalho do Coffee Hunter é também de ouvir as histórias, as experiências de cada produtor, o sentimento e o trabalho empregados para que cada lote pudesse expressar características únicas. Relevo, solo, clima e altitude juntos do saber fazer dos produtores da Região do Cerrado Mineiro são a perfeita definição do que é um produto com  Denominação de Origem, cafés singulares e exclusivos.

Para o Superintendente da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, Juliano Tarabal este projeto tem total convergência com os propósito da Região do Cerrado Mineiro. “Este projeto representa um dos pilares de nosso propósito de marca que é de conectar os produtores aos consumidores, trazendo assim valor e percepção para a D.O Cerrado Mineiro e acima de tudo, é um projeto que envolve coordenação de cadeia, pois engloba produtores, cooperativas, exportador, torrefador e duas grandes redes de varejo, rastreabilidade de ponta a ponta levando origem controlada ao consumidor americano” – explicou Tarabal. 

Amostras de café dos talhões foram colhidos e Joel Shuler conduziu perfis de torra até chegar aos mais adequados para cada café. As provas dos lotes foram realizadas na Expocaccer – Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado em Patrocínio e depois as amostras selecionadas foram enviadas para a equipe da Casa Brasil Coffee nos Estados Unidos, para que uma nova rodada de provas e torras fosse realizada. Joel acompanhou de perto a condução da colheita, a seca e o preparo de cada lote selecionado, ou seja, os lotes apresentam características exclusivas, que apenas esta torrefação poderá oferecer ao mercado americano. 

Para Sandra Moraes, Trader da Expocaccer, este projeto apresenta ao mundo a qualidade dos café da Região. “O projeto é uma forma de reafirmar o propósito da Expocaccer em ser o braço exportador do café da Região do Cerrado Mineiro, levando para o mundo a singularidade dos cafés produzidos aqui. Assim, participar de um projeto deste é ampliar as oportunidades de demonstrar a riqueza e a qualidade dos cafés produzidos na nossa região, bem como ampliando suas fronteiras” – finalizou ela. 

 

O Coffee Hunter Joel Shuler explica que a Casa Brasil sempre procurou ser inovadora e líder no mercado de cafés especiais nos Estados Unidos. “Nós fomos a primeira empresa a focar somente em cafés brasileiros de alta qualidade, numa época em que o Brasil não tinha se estabelecido como fonte de cafés gourmet. Xícara por xícara fomos conquistando clientes, quebrando paradigmas e mostrando a qualidade já existente nos cafés do Brasil. Hoje, a Casa Brasil é mais uma vez pioneira, representando a Denominação de Origem da Região do Cerrado Mineiro. Acreditamos no valor agregado pela DO, tanto para nossos clientes quanto para nossos parceiros produtores, e é um orgulho estarmos juntos com o Cerrado Mineiro nesse momento tão inovador e tão importante para o café” – explicou Shuler. 

Os Cafés da Região do Cerrado Mineiro começarão a chegar gôndolas dos mercados americanos na última semana de abril e irão acompanhados do Selo de Origem e Qualidade Região do Cerrado Mineiro garantia da autenticidade e qualidade do café, além de toda comunicação voltada para a valorização dos produtores e de suas experiências. 

Cristiane Yuki Minami, participante do projeto, é bisneta de cafeicultores e para ela ver o café de sua família acessando esses mercados é a realização de um sonho antigo e que ressalta que a família tem seguido no caminho certo em busca da qualidade. “Estar no Whole Foods é muito especial pois vejo uma convergência de valores quanto à alta qualidade de seus produtos, valorização da origem e do produtor. Para mim e minha família é uma honra fazer parte desse projeto conduzido pela Casa Brasil Coffees e a Federação dos Cafeicultores do Cerrado que unem local e global por meio dessa bebida universal que é o café.  Vejo que este projeto entrega valor: cafés com história, identidade, nome e sobrenome que estão disponíveis aos seus exigentes consumidores. Fazer parte desse seleto grupo prova que estamos no caminho certo” – explicou Minami. 

O Sebrae é o maior parceiro da Região do Cerrado Mineiro e para Naiara Marra, Analista do Sebrae na Região este é um grande passo dado na estratégia de marca do Cerrado Mineiro.  “Nós do Sebrae entendemos que o principal objetivo da parceria é gerar demanda para os cafés com Denominação de Origem Controlada (Região do Cerrado Mineiro). Por isso, o projeto além de ser de suma importância para a Região, atende também a objetivos estratégicos do Sebrae Minas, gerando maior agregação de valor a commodities e internacionalização das micro e pequenas empresas atendidas pela nossa instituição. Um dado interessante, extraído de um estudo apresentado pela National Coffee Association, aponta que 64% dos consumidores americanos bebem café diariamente, o maior patamar desde 2012; o que revela, que estamos no caminho certo” – finalizou ela. 

Os produtores e seus cafés

Tomás Eliodoro traz a coragem dos desbravadores do Cerrado Mineiro. Cafeicultor experiente seu café se destaca por uma doçura expressiva e sabor de polpa de fruta amarela. 

Marilsa Peternela é a mulher forte que comanda a Fazenda Florença em Araguari. A acidez cítrica e o sabor de cajá-manga são destaques no seu lote. 

Gil César de Melo é um produtor apaixonado pelo o que faz. Seu lote se destaca pelo aroma floral e sabor com toque de framboesa.

Cristiane Yuki é a nova geração que nasceu na cafeicultura e se apaixonou por ela; hoje divide com o pai o comando da fazenda. Yuki teve 4 lotes selecionados e seus café se destacam pela acidez cítrica e sabor frutado. 

João Paulo Macedo desde muito jovem sonhava em ser cafeicultor, depois de ser colono em algumas fazendas da região conseguiu realizar seu sonho. Seu café se destaca pelas notas de caramelo e açúcar mascavo com uma doçura expressiva.  

 

Sobre o Whole Foods

Com mais de 460 lojas nos Estados Unidos a  Whole Foods Market  é uma rede de supermercados multinacional dos Estados Unidos que comercializa produtos naturais e orgânicos. É a maior rede do gênero e inspirou o surgimento de outras empresas no mundo, sendo a única rede de supermercados dos EUA a receber o selo de America's Healthiest Grocery StoreTM.  Recentemente a rede foi comprada pela gigante Amazon em uma transação de US$13,7 bilhões. 

 

Sobre o Central Market 

Com nove lojas no Texas o Central Market é uma cadeia de mercearias gourmet americana, especializada em alimentos de alta qualidade e difíceis de encontrar. O Central Market é considerado varejista de excelência do ramo de alimentos gourmet, título recebido da Associação Americana de Comércio de Alimentos Especiais. 



Confira Também


Publicidade

no Facebook