O jornal que todo mundo lê
Publicidade
Informe Publicitário
01/06/2018 - 10h13
Hamburguito: Fórmula Animal apresenta sua nova forma farmacêutica para cães
Novidade exclusiva da rede tem como finalidade mascarar o odor e sabor amargo dos medicamentos

Por Thiago Baez/ Agência Deadline


A hora mais difícil. É assim que a maioria dos donos de pets descreve o momento de medicar o animal. Cuidar de um bichinho doente não é tarefa fácil. Além de fragilizados, alguns pets podem ficar agressivos, enquanto outros ficam mais amuados, recusando o tratamento e prejudicando sua recuperação. O que muita gente ainda não sabe é que é possível manipular o medicamento com diversos sabores, tudo para amenizar esse sofrimento.

“Como a grande maioria dos medicamentos tem sabor amargo, os bichinhos conseguem facilmente identificá-los e não os ingerem, deixando-os de lado”, afirma Renata Piazera, farmacêutica e sócia-fundadora da Fórmula Animal, especializada em oferecer medicamentos manipulados a animais em formas e sabores diferenciados.

Foi pensando nesse problema que a rede apresenta o hamburguito, novidade exclusiva da empresa para o tratamento de cães que tem dificuldade em aceitar medicamentos. “O produto é uma forma farmacêutica palatável com o sabor de carne similar ao hambúrguer. Ele tem como finalidade mascarar o odor e sabor amargo dos medicamentos garantindo a adesão ao tratamento. Em testes realizados com Silimarina e outros ativos com gosto mais amargo, a aceitação foi 100% já que sua é composição diferente do biscoito medicamentoso, produto que nem todos aceitam”, finaliza Renata.

A novidade já está disponível nas 24 unidades da rede localizadas em Anápolis (GO), Barueri (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cabo Frio (RJ), Campinas (SP) Chapecó (SC), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Jaraguá do Sul (SC), Florianópolis (SC), Lauro de Freitas (BA), Novo Hamburgo (RS), Ourinhos (SP), Patos de Minas (MG), Piracicaba (SP), Porto Alegre (RS), Presidente Prudente (SP), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São José do Rio Preto (SP), São Paulo (SP), Sorocaba (SP), Uberlândia (MG).


Dicas para medicar o pet

A veterinária Gisele Starosky, da Fórmula Animal, dá algumas dicas para tornar o momento da medicação mais tranquilo para o bem estar do animal:


Evite repartir o medicamento

O maior risco é a incerteza de que o pedaço tem exatamente a quantidade de principio ativo necessário para o tratamento do animal.


Compensações e carinho na hora da medicação

A dica é transformar o momento em algo natural. O pet deve ser acariciado; em seguida, receber o medicamento e, logo depois, ser recompensado. Esses agrados podem ser oferecidos sob a forma de passeios ou petiscos adequados para a nutrição do animal.


Em caso de vômito, é correto medicar novamente?

Caso aconteça em até duas horas após a ingestão do medicamento, sabe-se que a quantidade de principio ativo absorvida não foi a ideal para o tratamento. O médico veterinário que acompanha o pet deverá ser informado do vômito, e é ele quem determinará se o medicamento deverá ser administrado novamente ou não.


É seguro mudar os horários, caso esqueça o horário da medicação?

A recomendação é administrar e, em seguida, readequar os horários.



Confira Também


Publicidade

no Facebook